0/0

Paço Vitorino Hotel

Este livro reflete o impacto do percurso de aproximação ao Paço desde a avenida – com a capela, o muro ameado e o portão a eixo – e a expressividade das. Apesar de se tratar de um conjunto relativamente harmonioso, revela uma série de desequilíbrios singulares: assimetria devido a corpos de alas com alturas diferentes e construção com 3 pisos apenas a sul, regularidade e adorno nas fachadas do terreiro em contraste com irregularidade e austeridade regularidade e adorno nas fachadas do terreiro em contraste com irregularidade e austeridade das fachadas posteriores e pátio. Estas características revelam a génese da construção do Paço, segundo processos orgânicos de adaptação, transformação, ampliação e também destruição. É um livro de interesse arquitectónico particular.

Editor

José Manuel das Neves